Alimentos Fermentados (Probióticos)

IMG_3209

            Faz tempo que eu queria postar essas receitinhas simples de como fazer seus próprios probióticos em casa, mas devido a correria do dia-a-dia eu nunca tive tempo. Enfim, eu tive muitas mães e pais me contatando nos últimos meses para se informar mais sobre a dieta GAPS, muitas perguntas foram surgindo e algumas das perguntas mais frequentes foram:

  • Como fazer/preparar os probioticos em casa?
  • Como fazer alimentos fermentados?

Então, aqui estão alguns alimentos fermentados que são muito fáceis de fazer, com pouco custo, legal na dieta GAPS e super saudáveis.

Muitas pessoas que estão começando com a dieta GAPS estão com dúvidas sobre a introdução dos probióticos, quais probióticos devem tomar, etc. Bem, durante a introdução da dieta GAPS, já na primeira semana depois da desintoxicação com os caldos, a pessoa já pode introduzir probióticos simples na dieta como, por exemplo, os alimentos fermentados, especialmente o chucrute que é um alimento fermentado leve e de fácil digestão.

  • As verduras fermentadas podem ser usadas juntamente com o caldo ou como acompanhamento durante as refeições.
  • O kavass pode ser ingerido como suco já que tem um leve sabor adocicado e dá uma sensação de como se estivesse tomando um refrigerante.
  • A salsa e o kavass de frutas deve ser esperado um pouquinho mais até a terceira fase da deita, pois estes contém verduras e frutas que podem causar irritação no intestino.

Outros probióticos como iogurte e kefir devem ser esperado por pelo menos 3-6 meses antes de ser introduzido à dieta pois muitas pessoas tem forte sensibilidade a lactose ou caseína e a introdução desses probioticos pode causar irritação ou até mesmo alergias à pessoa que está seguindo a dieta. Os alimentos fermentados pode ser ingeridos antes e durante as principais refeições. É recomendável que os alimentos fermentados seja ingerido (em pequenas quantidades para quem está começando a dieta, o indicado é 1 colher (sopa) meia hora antes das refeições) pelo menos 4-6 vezes por dia.

O que você irá precisar:

Chucrute:

Um repolho pequeno finamente cortado

1-1/2 colher (chá) de sal marinho

Água filtrada

Uma vasilha de vidro ou plástico.

Modo de Preparo:

Corte o repolho bem fino, misture o sal com o repolho e misture bem com as mãos até que o sal esteja bem misturado. Deixe a mistura de repolho com sal descansar por 7 minutos. Passados os 7 minutos, coloque a mistura de repolho dentro do pote de vidro ou vasilha de plástico e aperte bem o repolho dentro da vasilha. Adicione um pouco de água filtrada, o suficiente para levemente cobrir o repolho dentro do vidro (o repolho precisa ficar imerso na água). Cubra a boca do vidro com um pano, ou um filtro de café mais NÃO tampe o vidro ou vasilha com tampa. Deixe o vidro com o repolho em temperatura ambiente por 5-7 dias, ou até que o repolho esteja formando bolhinhas de ar dentro do vidro. O cheiro deve ser levemente azedo, mais não podre. Depois de pronto o chucrute deve ser guardado na geladeira por até duas semanas.

Kavass (Beterraba fermentada)

2-3 beterrabas

1-1/2 colher (chá) de sal marinho

Água filtrada

Um pote de vidro com tampa de rosca

Modo de Preparo:

Lave, descasque, e corte a beterraba em cubos médios. Coloque a beterraba cortada dentro de um pote de vidro, adicione o sal e a água filtrada, tampe o vidro com uma tampa de rosca e aperte bem. Balance o vidro para que o sal dissolva. Deixe a mistura descansar em lugar escuro e em temperatura ambiente por 7-8 dias. Passado os 8 dias, abra o vidro com cuidado pois a pressão da fermentação pode ser muito forte. Reserve a kavass na geladeira por até duas semanas.

Salsa Fermentada

3 tomates maduros

1 cebola de cabeça de tamanho médio

1 pimenta chili (opcional)

1 pimentão verde grande

1 mói de coentro ou salsinha (fica a sua escolha)

1-1/2 colher (chá) de sal marinho

Modo de Preparo:

Corte finamente todos os ingredientes (eu uso um processador de alimentos para triturar os ingredientes) e coloque dentro de uma vasilha, adicione o sal e misture bem, até que o sal esteja bem distribuído. Coloque a mistura em um vidro com tampa de rosca e tampe bem apertado. Guarde o vidro em temperatura ambiente por 4-5 dias. Passados os dias abra o vidro com cuidado, pois a pressão causada pela fermentação pode ser muito forte. Depois de aberto conserve na geladeira por até 2 semanas.

Verduras fermentadas 

1 cenoura grande

4 rabanetes

1 colher (sopa) de gengibre fresco (opcional)

1-1/2 colher (chá) de sal marinho

Água filtrada

Modo de Preparo:

Lave a corte as verduras em fatias grossas, coloque dentro de um vidro grande com tampa de rosca, adicione o sal e a água filtrada. Tampe o vidro bem apertado  e balance o vidro levemente para que o sal dissolva na água. Deixe a mistura fermentar por 5-7 dias em temperatura ambiente. Passados os dias abra o vidro com cuidado, pois a pressão causada pela fermentação pode ser muito forte. Depois de aberto conserve na geladeira por até 2 semanas.

DicaSimples:

  • Para saber se sua fermentação deu certo, ao abrir o vidro com tampa de rosca você ouvirá o mesmo barulho de como estivesse abrindo uma garrada de refrigerante. Durante a fermentação as bacterias (probióticos) formam gases que causam essa pressão. Se sua fermentação não fizer esse barulho e tiver bolinhas  de ar como em uma garrafa de refrigerante, então quer dizer que sua fermentação por algum motivo não deu certo, e você precisará começar tudo novamente.
  • Você pode variar nas verduras fermentadas, se desejar poderá usar, cebola, couve-flor, cogumelos, pimentões, tomates, pepino, vagem, cebolinha verde, pimentas, nabos, e alho. É só combinas as suas verduras favoritas!
  • Você pode fazer kavass com frutas se desejar. Aqui tem algumas sugestões de frutas que você pode usar. Morango, framboesa, mirtilos, maçã, pêssego, amora, ameixa, uvas concorde. É importante que todas essas frutas sejam frescas. O procedimento é o mesmo indicado na receita acima.

 

 

 

Leave a Reply